Terça, 23 de Julho de 2024
19°

Tempo limpo

Patos, PB

Saúde Mais Serviços

Hospital do Bem realiza primeiras consultas do programa Paraíba Contra o Câncer na unidade

Atualmente, 124 pacientes estão cadastrados no SISREG com essa doença e esse atendimentos foram realizados, justamente, em atendimento a essa demanda, explica o diretor geral do Complexo, Francisco Guedes.]

09/07/2024 às 09h20
Por: Eduardo Rabelo Fonte: Assessria
Compartilhe:
Reprodução: Redes Sociais
Reprodução: Redes Sociais

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro (CHRDJC), em Patos, por meio do Hospital do Bem, sua unidade oncológica, realizou, no último sábado (06), uma série de consultas especializadas em câncer de pele, um dos tipos de câncer mais comuns na região do sertão paraibano. A atividade faz parte das ações do Programa Paraíba Contra o Câncer, lançado em maio último pelo Governo do Estado com o objetivo de melhor assistir os pacientes oncológicos. Os 87 pacientes atendidos foram encaminhados via Central de Regulação.

Atualmente, 124 pacientes estão cadastrados no SISREG com essa doença e esse atendimentos foram realizados, justamente, em atendimento a essa demanda, explica o diretor geral do Complexo, Francisco Guedes.

Ele lembra a importância do Programa Paraíba Contra o Câncer no rastreio e diagnóstico precoce e tratamento para os pacientes oncológicos. “A investigação, diagnóstico precoce e tratamento rápido aumentam as chances de cura e com esse Programa o paciente oncológico do Sertão passa a contar não apenas com os serviços do Hospital do Bem, mas com uma rede que o acolhe desde o início até o fim do tratamento, o que contribuirá para melhoria da assistência e, consequentemente, da diminuição da mortalidade por câncer no estado”, reforça o diretor-geral do Complexo de Patos.

O Programa Paraíba Contra o Câncer foi criado pelo Governo do Estado para acolher e dar celeridade ao tratamento de pacientes oncológicos. O acesso é por meio da Central Estadual de Regulação, que estabelece uma fila única no programa. As equipes especializadas são compostas por oncologistas clínicos e enfermeiros navegadores, responsáveis por coordenar o acesso do usuário à realização de procedimentos de diagnóstico, estadiamento e tratamento, com o uso da Teleoncologia, já em funcionamento desde maio em todas as macrorregiões de Saúde.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários