Terça, 23 de Julho de 2024
19°

Tempo limpo

Patos, PB

Política Oficial

Dr. Ramonilson Alves lança sua pré-candidatura a prefeito de Patos nas eleições de outubro

A oficialização aconteceu na manhã desta segunda-feira, dia 08 de julho, através de um breve vídeo divulgado por Ramonilson em suas redes sociais. Ele, no entanto, não deu detalhes sobre quem poderá ser o vice na chapa.

08/07/2024 às 10h32 Atualizada em 09/07/2024 às 09h39
Por: Eduardo Rabelo Fonte: Patosonline.com
Compartilhe:
Foto: divulgação
Foto: divulgação

A união da chapa de oposição entre Ramonilson Alves e Priscila Lima, outrora dada como mais do que certa, agora, ao que tudo indica, já não existe mais. Isso porque, após a Baronesa anunciar sua pré-candidatura a prefeita de Patos pelo MDB no último dia 15 de junho, foi a vez do juiz aposentado Dr. Ramonilson confirmar que também será pré-candidato a prefeito pelo partido PSDB, assim como em 2020.

"Meu compromisso é a verdade, meu compromisso é devolver Patos ao seu povo, e meu tempo é agora. Por isso me coloco como pré-candidato a Prefeito", escreveu Dr. Ramonilson.

Com este novo anúncio na política patoense, a disputa majoritária na Capital do Sertão se desenha provisoriamente com quatro chapas de pré-candidatos à Prefeitura, sendo o grupo de situação liderado pelo atual prefeito Nabor Wanderley (Republicanos), e agora três nomes de oposição: Priscila (MDB), Ramonilson (PSDB) e Edileudo Lucena (PT).

União e racha com Priscila

Em carta enviada ao Patosonline.com logo após o anúncio da pré-candidatura da Baronesa, o juiz aposentado afirmou que os compromissos firmados com Priscila desde o início do ano eram no sentido de que a composição da chapa (Prefeito/a e Vice-Prefeito/a) respeitaria os resultados das pesquisas e que o anúncio seria feito no final de abril ou, no mais tardar, em meados de maio de 2024. Todavia, segundo Dr. Ramonilson, o MDB estaria apresentando resistência em relação aos resultados dessas pesquisas.

Ramonilson foi enfático ao dizer que manterá sua candidatura com base no conhecimento da aceitação de seu nome junto à opinião pública, e acrescentou que cumpriu o critério de escolha da candidatura das oposições, que era a melhor aceitação em pesquisas de opinião pública.

Ele afirmou ter sido surpreendido com o anúncio da pré-candidatura da Baronesa, ocorrido no último dia 15 de junho, com a presença do senador e presidente estadual do MDB, Veneziano Vital do Rêgo, mas que se manteria aberto ao diálogo em torno da construção de uma chapa fortalecida para disputar o pleito.

Ramonilson entrou para a política em 2020, quando disputou a prefeitura de Patos pela primeira vez. No pleito, ele obteve 20.280 votos (41,21%) e foi derrotado pelo atual prefeito Nabor Wanderley (Republicanos), que foi eleito com 25.377 votos (51,57%).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários