Terça, 23 de Julho de 2024
19°

Tempo limpo

Patos, PB

Polícia Quase R$ 10 milhões

TCE-PB multa organização social por irregularidades na gestão de Hospital Geral na Paraíba

Entre as irregularidades citadas pela Corte de Contas, estão despesas não comprovadas com plantões médicos e serviços de manutenção não comprovados

03/07/2024 às 18h12
Por: Eduardo Rabelo Fonte: Portal Correio
Compartilhe:
(Foto: Divulgação/Governo da Paraíba)
(Foto: Divulgação/Governo da Paraíba)

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) julgou como irregulares as despesas realizadas pela Organização Social Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (IPCEP), contratada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) para gerenciar o Hospital Geral de Mamanguape, no exercício de 2018. A multa a ser paga pela empresa, que chega a R$ 9,7 milhões, deve ser paga pelo Governo do Estado em um prazo de 60 dias.

O valor é referente a despesas não comprovadas com plantões médicos, transferências bancárias indevidas, serviços de manutenção não comprovados, passagens aéreas e hospedagens sem cobertura contratual, entre outras.

O período analisado pelo TCE foi de 1º de janeiro a 31 de agosto de 2018. À época, a SES estava sob responsabilidade da secretária Cláudia Veras.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários